Os Irmãos Russo, diretores de Vingadores: Guerra Infinita, contaram em uma entrevista ao The Telegraph India nesta terça-feira (10) um pouco do passado do vilão Thanos e sua motivação em querer eliminar metade de toda a vida do universo.

“Thanos é um personagem virtualmente indestrutível, mais forte que o Hulk e com uma pele invencível”, dizem os diretores.

“Ele é de um planeta chamado Titan. Muitos anos antes do filme, seu planeta estava passando por uma mudança cataclísmica. Eles estavam ficando sem recursos e estavam superpovoados. Thanos fez uma recomendação de que eles exterminassem metade da população aleatoriamente para salvar o resto da população. É claro que os Titãs rejeitaram sua noção, rotularam-no de louco, exilaram-no e o planeta acabou morrendo. Então ele assumiu a responsabilidade de ir planeta a planeta pelo universo e acabar com metade da população de cada planeta como uma forma de corrigi-los e trazê-los de volta ao equilíbrio.”

Os irmãos também falaram sobre a busca de Thanos pelas Joias do Infinito, acrescentando que: “Assim que descobriu a existência das pedras ele percebe que caso consiga coletá-las, seria possível controlar todo o universo. Com o estalar de seus dedos, ele poderia corrigir o universo permanentemente, removendo 50% da vida dele. Thanos representa uma ameaça enorme para os heróis. Se os Vingadores existem para um propósito, é impedir Thanos de completar seu objetivo.

Vingadores: Guerra Infinita estreia em 26 de abril de 2018 nos cinemas.

Fonte The Telegraph India